talvez seja o que mereçamos

Perder gente que escreve como o Armando Silva Carvalho e entre obituários levar com publicidade no focinho ensonado sobre o mais recente título da surrealista coxa que descobre que falar do hospital psiquiátrico dá boas imagens e cria empatia; saber que os putos das declamações já descobriram a quem pedir o prefácio desta vez; que a novíssima performance do velho irreverente que grita e pula vai acontecer num café próximo; que a próxima performance que teve sucesso em Paredes de Coura vai dar um livro ou que o recentíssimo livro de poemas drag ainda está disponível (envie EMAIL JÁ ANTES QUE ESGOTE) ____________ isto e aquilo enquanto acordamos a custo e para nada.

Sem comentários:

Enviar um comentário